A fuga da violência e da adversidade

Nunca tantas pessoas deixaram seus locais de origem como agora, à procura de segurança e de uma vida melhor. Muitos rumam para a Europa, mas a maior parte recorre a regiões próximas, fugindo de crises e guerras.

Mexiko Migranten (picture alliance/dpa/Str)
Migrantes viajam no teto de um trem no México: muitos morrem a caminho dos EUA
Cada vez mais pessoas deixam os países em que vivem em busca de uma vida melhor para si e suas famílias ou porque precisam fugir de crises humanitárias, opressão e perseguição. Segundo estimativas das Nações Unidas, cerca de 244 milhões de pessoas em todo o mundo já não vivem no país onde nasceram.
Assim, o número de migrantes aumentou significativamente – em 1990 eles eram cerca de 153 milhões de pessoas. Em breve, eles podem se tornar ainda mais numerosos: de acordo com uma pesquisa da Organização Internacional para as Migrações (OIM) realizada em 160 Estados, cerca de 23 milhões de pessoas estão se preparando para emigrar.
Embora muitos suspeitem do contrário, a maioria dos migrantes não busca refúgio na Europa. Cerca de 90% de todos os refugiados vivem, de acordo a organização alemã de ajuda humanitária Brot für die Welt, em países em desenvolvimento, muitas vezes em nações africanas. A maioria deles se desloca internamente em seu próprio país ou busca abrigo no país vizinho. Falta dinheiro para viagens a locais mais distantes.
Refugiada do Sudão do Sul e sua filha de um ano em Uganda
Refugiados do Sudão do Sul em Uganda: migrantes recebem terras para cultivar
Viajando à noite: África Oriental
Muitas pessoas procuram proteção na Etiópia, por exemplo. O país ocupa o quinto lugar entre os que recebem mais refugiados em todo o mundo, especialmente da vizinha Somália. Desde o início dos anos 90, a Somália vive uma guerra civil.
De acordo com números da ONU, cerca de sete milhões de cidadãos do país dependem de ajuda humanitária, e 800 mil estão ameaçadas pela fome. Mais de um milhão de pessoas já fugiram da Somália, se dirigindo, além da Etiópia, para o vizinho Quênia, onde está localizado o maior campo de refugiados do mundo.
Também na África Oriental, Uganda é extremamente popular por suas generosas políticas de refugiados perante os habitantes da República Democrática do Congo e do Sudão do Sul – países abalados pela guerra civil e por agitações. Os refugiados recebem em Uganda terras que podem cultivar eles mesmos.
No entanto, a fuga do Sudão do Sul é extremamente perigosa. Com medo de encontrar soldados, muitos viajam principalmente à noite. "Toda noite, rezamos para que possamos chegar a Uganda vivos", diz uma mulher em um relatório de julho de 2017 da organização humanitária Care.
Homem se barbeia em abrigo para migrantes no México
Homem se barbeia em abrigo para migrantes no México
A morte espera no caminho: América Central
Desde que o presidente dos EUA, Donald Trump, exigiu a construção de um muro ao longo da fronteira EUA-México, a migração voltou ao foco no continente americano. Não há números sobre quantas pessoas atravessam a fronteira a cada ano. De acordo com estimativas do Instituto de Políticas de Migração dos EUA, cerca de 11 milhões de imigrantes vivem nos EUA, e metade deles é do México.
Além disso, muitas pessoas usam o México como um país de trânsito, vindas de El Salvador, Guatemala e Honduras. De acordo com a Anistia Internacional, enquanto até 2010 principalmente homens jovens fugiam em direção ao norte, agora famílias inteiras estão se deslocando para escapar da violência de gangues criminosas em seus países de origem.
Quando elas não conseguem pagar traficantes de pessoas para ajudar na jornada, elas rapidamente se tornam vítimas fáceis do crime organizado: cartéis patrulham as margens do rio perto da fronteira e matam implacavelmente – como forma de dissuasão. Não há estatísticas exatas sobre os assassinatos, mas constantemente são encontradas valas comuns.
De acordo com a OIM, mais de 340 pessoas morreram perto da fronteira mexicana em 2017: aquelas que não foram assassinados por gangues morreram afogadas, provavelmente tentando atravessar um rio. Alguns também foram mordidos por cobras ou escorpiões ou morreram de sede no calor escaldante. Em muitos casos, a causa da morte não foi esclarecida. Frequentemente são encontrados restos humanos nas áridas montanhas do sul do estado americano do Arizona, por exemplo.
Desamparados no mar: Sudeste Asiático
Barcos repletos de refugiados não existem apenas no Mediterrâneo, mas também no Sudeste Asiático. De Myanmar e Bangladesh, cada vez mais pessoas tentam fugir para a Tailândia, Malásia e Indonésia.
A maioria são rohingyas, uma minoria muçulmana perseguida, torturada e oprimida em Myanmar, de maioria budista. Centenas de milhares de rohingyas fugiram para Bangladesh desde meados do ano. Muitas vezes, pessoas ficam por semanas no mar, à deriva, pois os Estados vizinhos abastecem os refugiados com combustível, água e comida, mas se recusam a acolhê-los.
Refugiados rohingyas em uma canoa
Refugiados rohingyas: muitos ficam semanas à deriva no mar
A rota de refugiados através do Golfo de Bengala já se tornou economicamente interessante para muitos traficantes de pessoas, e dezenas de milhares de refugiados recorrem à ajuda deles todos os anos.
De acordo com a fundação Asienhaus, os contrabandistas atuam de forma extremamente brutal. Eles manteriam refugiados presos na selva, cobrando resgate para soltá-los e os torturariam nos barcos, espancando aqueles que pedem água ou comida durante a viagem.
A jornada pode ser fatal: mais de 200 valas comuns foram encontradas perto dos campos de refugiados na fronteira entre a Tailândia e Malásia. Mas permanecer em seus lares não é opção para os rohingyas. A organização Médicos sem Fronteiras informou que entre o final de agosto e o final de setembro cerca de 6.700 membros da minoria foram mortos em Myanmar, incluindo muitas crianças
Fonte: http://www.dw.com/pt-br/a-maioria-dos-refugiados-n%C3%A3o-est%C3%A1-na-europa/a-41841830

Café Brasileiro é o mais caro do Mundo

Café produzido em MG bate recorde de mais caro do mundo em leilão; quilo foi comprado por mais de R$ 915
Saca de produto de fazenda em Patrocínio foi arrematada por R$ 55 mil. Último recorde tinha sido de R$ 18 mil, segundo Associação Brasileira de Cafés Especiais.

Café especial foi comprado por japoneses e australianos em leilão (Foto: Marcos Santos/ USP Imagens)
Foto: g1.globo.com
de Patrocínio, no Alto Paranaíba, o café especial mais caro do mundo. A saca de 60 Kg do produto foi comprada em um leilão internacional realizado virtualmente pela Alliance for Coffee Excellence (ACE) por R$ 55.457,60. O quilo do café, que equivale a cerca de R$ 917, foi adquirido em seis sacas por japoneses e australianos.
De acordo com a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), o recorde mundial foi conquistado em 13 de novembro após o cafeicultor de Patrocínio figurar como campeão da categoria “Pulped Naturals" - cereja descascado, café produzido por via úmida -, do concurso Cup of Excellence realizado no Espírito Santo em outubro.
O recorde anterior foi alcançado no mesmo leilão, em 2016, quando o lote de um produtor da Fazenda Santa Bárbara, em Piatã (BA) foi comprado por R$ 18.921,67 a saca.


Café especial movimentou no varejo bilhões em 2016 


O produtor recordista, Gabriel Nunes, de 28 anos, da Fazenda Bom Jardim, contou ao G1 nesta terça-feira (12), que o café Bourbon é cultivado a 935 metros de altitude, com grãos colhidos manualmente. Além disso, o lote vencedor passou por processo de fermentação, foi descascado e secado por 23 dias.
"Os seis lotes vendidos a preço recorde são de grãos muito bem tratados e finos, no entanto não esperava um valor tão alto. O recorde do ano passado foi de cerca de R$ 18 mil, então a minha expectativa era de R$ 25 mil. Somos uma empresa familiar e estamos muito felizes, pois temos uma equipe dedicada. O objetivo agora é continuar crescendo no mercado", comemorou.
Um levantamento encomendado pela BSCA revelou que o mercado de cafés especiais movimentou no varejo, em 2016, R$ 3,2 bilhões. Entre 2012 e 2016 o crescimento médio anual foi de 18,1% no consumo de café especial, que é um café tratado com diferencial na pós-colheita.
Fazenda Bom Jardim  é familiar e produziu o café mais caro do mundo, diz BSCA  

Cerrado mineiro

A fazenda de Nunes fica na região do Cerrado Mineiro. De acordo com o Sebrae, que fornece consultoria para cafeicultores do local, a disposição do produtor favorece a obtenção da altíssima qualidade do grão.
“A taxa de renovação anual da fazenda de Gabriel é de 15%, enquanto que a média dos outros produtores da região é de 7%. Apesar de ter um custo elevado, a renovação do parque cafeeiro confere mais qualidade ao café”, explicou o consultor do projeto Educampo do Sebrae em Patrocínio, Caio Lazarini.
Café foi colhido manualmente e secado por 23 dias 

Cup of Excellence

O Cup of Excellence é um concurso que começou a ser realizado no Brasil em 1999 e depois também passou a ser difundido para vários países. A competição reúne jurados internacionais que avaliam lotes de cafés especiais produzidos nos países onde é organizado.
O concurso reúne produtores nacionais de café arábica e um júri com reconhecimento internacional, em rigorosas rodadas de análise sensorial de cafés de alta qualidade.
No Brasil, concorrem amostras de cafés lavados e cerejas descascados e, desde 2010, amostras de cafés naturais. As competições ocorrem somente com amostras de produtores de um mesmo país. No entanto, as maiores notas obtidas até hoje nas duas categorias em todo o mundo foram registradas no Brasil.

Fonte: https://g1.globo.com/mg/triangulo-mineiro/noticia/cafe-produzido-em-mg-bate-recorde-de-mais-caro-do-mundo-em-leilao-quilo-foi-comprado-por-mais-de-r-915.ghtml

Janeiro de 2018 usinas de SP não poderão mais queimar palha da cana-de-açúcar

Colheita agora só com máquinas. Medida é boa para o meio ambiente, mas preocupa quem ainda vive do corte manual.


Resultado de imagem para colheita de cana
Foto: agrimanagers.wordpress.com
A partir de janeiro, as usinas de São Paulo não vão mais queimar a palha da cana-de-açúcar. É uma medida boa para o meio ambiente, que tem consequências diretas para quem vive do corte manual.
Foram dez anos de adaptação para acabar de vez com a chuva de cinzas que sufocou o interior de São Paulo por décadas. Tudo ficava coberto pela queima da palha da cana. Um acordo entre usinas e governo estadual põe fim às queimadas. Colheita agora só com máquinas. Só nesse período de adequação, a Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo estima que 65 milhões de toneladas de poluentes já deixaram de ser lançadas no meio ambiente.
A máquina, é claro, aumentou a produtividade nos canaviais paulistas. Hoje, uma máquina colhe em média 40 toneladas de cana por hora. Isso equivale ao resultado do trabalho de pelo menos dez homens. Mas, para essa tecnologia entrar em campo, foi preciso investir em treinamento. Foi aí que a vida da turma começou a mudar.
Desde 2007, o setor profissionalizou 400 mil cortadores de cana. Mas, para a maioria, o fim das queimadas trouxe um pesadelo. “Para mim, ia continuar a mesma coisa, aí depois foi falando que ia acabar a queima de cana, foi diminuindo um pouco e agora que diminuiu mesmo”, disse o trabalhador rural Sebastião Antônio dos Santos.
A cidade de Guariba, que chegava a receber 9.500 trabalhadores durante a safra, hoje recebe cerca de 150. “Muito desemprego, muitas pessoas até passando necessidade e outros que voltaram para os seus estados e não puderam voltar mais para São Paulo por falta de emprego”, afirmou o presidente do Sindicato dos Empregados Rurais, Wilson Rodrigues da Silva.
Quem conseguiu trocar o facão pelos botões de uma máquina moderna, hoje vive bem melhor. “Foi ótimo”, diz o operador de máquina Cleber Gustavo Pavão. Se ele pensa em voltar para o corte da cana? “Não é bom não. É bom evoluir, para frente, melhorar as coisas”, responde. Cleber.

Fonte: Jornal Nacional Edição do dia 12/12/2017

Sabia que você joga no lixo a parte mais valiosa do frango?


Deixado de lado pela maioria dos brasileiros, petisco faz a alegria dos orientais à mesa

Produto representa apenas 1% do peso do frango - Foto Gazeta do Povo.
Um produto que costuma sobrar no prato dos brasileiros, e que vai para o cachorro ou para o lixo, está entre os mais valorizados entre todos os cortes de frango na hora da exportação.
Apreciada como petisco pelos orientais, a cartilagem do peito e da coxa (yagen para os japoneses) alcança para a indústria o valor de R$ 13 o quilo, uma liderança que só é ameaçada pelo coraçãozinho do frango, que rende entre R$ 11 e R$ 12 por quilo, mas que não é exportado porque os brasileiros comem tudo.
Não é fácil produzir a cartilagem em grandes volumes. A matéria-prima corresponde a apenas 1% do peso de um frango de 3kg. Da linha de produção da avícola Pioneiro, no município paranaense de Joaquim Távora, saem por dia 3 mil kg de cartilagem, cuidadosamente embalados e sem qualquer fragmento de osso, como fazem questão os exigentes clientes japoneses. Feitas as contas, somente a cartilagem rende para o abatedouro R$ 39 mil por dia.
Outra clientela que valoriza muito aquela parte branquinha e crocante do frango é a indústria, de cosméticos e de medicamentos, para produção de suplementos de colágeno. A proteína da cartilagem se destaca tanto pelas propriedades estéticas – fortalece unhas e cabelos, dá mais firmeza e elasticidade à pele – como pelo efeito de proteção aos músculos e articulações do corpo humano. Isso ajuda a explicar por que o produto é tão procurado nas farmácias por atletas, mulheres e idosos.
O pé de galinha é outra rica fonte de colágeno, mas a cartilagem, neste caso, fica entranhada na carne. Para os chineses, o sabor é o que importa. “Eles pagam bem mais pelo pé de frango do que pelo peito ou coxa. Os chineses comem os pezinhos de galinha como se fosse uma barrinha de cereal, assistindo televisão”, assegura Ricardo Santin, vice-presidente de Mercados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). “Isso é o que dá equilíbrio e competividade para o setor de aves no Brasil. O que não é usado aqui, tem muito valor lá fora. Da galinha só se perde o cacarejar”, arremata Santin.
As exportações de frango do Paraná, maior estado produtor, atingiram de janeiro a maio deste ano 637,5 mil toneladas, rendendo U$ 1 bilhão, segundo o Departamento de Economia Rural da Secretaria da Agricultura.

Fonte: 
Gazeta do Povo 28/07/2017 |  14h59 |  Marcos Tosi

UEPG – QUESTÕES DE GEOGRAFIA - INVERNO 2017

 PROVA CONHECIMENTOS GERAIS

36– Sobres aspectos relativos à Segunda Guerra Mundial, assinale o que for correto.
01) A URSS, que desde o início desta guerra lutou ao lado dos Aliados, foi o primeiro país a chegar a Berlim no Bunker de Adolf Hitler, que cometeu suicídio. Esse fato precipitou o tratado de rendição da Alemanha Nazista.
02) Dentre alguns líderes que lutaram do lado Aliado nesse conflito e venceram a guerra, destacam-se Winston Churchill, do Reino Unido, Franklin D. Roosevelt, dos EUA, e Joseph Stalin, da URSS.
04) Um dos fatores que contribuíram para o início dessa guerra foi o Tratado de Versalhes que, de certa forma, estimulou um revanchismo da Alemanha, país que perdera a Primeira Grande Guerra.
08) A Alemanha, de Adolf Hitler, declara guerra à França e ao Reino Unido em 1939. Após este fato, Hitler invade a então Tchecoslováquia e a Polônia a fim de conseguir aço e matéria-prima para aprimorar sua máquina de guerra.

37– Sobre os setores da economia, assinale o que for correto.
01) A indústria é uma atividade ligada ao segundo setor da economia, ou seja, ao setor de transformação. Esse setor também conta com o artesanato e a construção civil.
02) Em países desenvolvidos, como os EUA por exemplo, a maior parte dos empregos encontram-se no setor terciário da economia, notadamente na prestação de serviços e no comércio.
04) No Brasil, o setor que mais contribui para o PIB é o primário devido à atividade agropecuária, principalmente a produção de grãos e carne de frango e bovina.
08) O turismo, por trabalhar diretamente com a natureza, faz parte do setor primário da economia, aquele que demanda menos escolarização.

38– Sobre os fatores climáticos, assinale o que for correto.
01) Nas mais altas latitudes (polos) e nas mais altas altitudes (topos de montanhas), a Terra possui climas frios.
02) Quanto maior a continentalidade de uma região, maior sua amplitude térmica. Quanto maior a maritimidade de uma região, menor a amplitude térmica.
04) Os oceanos podem influenciar o clima com as correntes marinhas. Correntes quentes são superficiais e ajudam, por exemplo, a aquecer algumas áreas do planeta como faz a Corrente do Golfo no Atlântico Norte, levando calor para a Europa.
08) As massas de ar têm origens em diferentes latitudes do planeta. Como exemplo, algumas dessas massas de ar surgem próximas à linha do Equador, além de regiões intertropicais, dentre outras.

39– Sobre a globalização da economia no século XX, assinale o que for correto.
01) A presença de um estado sólido e investidor e leis rígidas protegendo os trabalhadores são características fundamentais da globalização moderna.
02) A queda do muro de Berlim precipitou a entrada de ex-economias socialistas ao modelo neoliberal da globalização, caso de Cuba.
04) Friedrich A. Hayek e Francis Fukuyama são dois teóricos que defendem o modelo do assim chamado neoliberalismo, uma das bases da globalização econômica da segunda metade do século XX.
08) A queda de barreiras alfandegárias entre os países está entre as principais premissas do modelo da globalização.

40– Sobre o município de Ponta Grossa, assinale o que for correto.
01) Uma das importantes captações para abastecimento de água do município é a represa de Alagados, localizada a nordeste do centro da sede municipal, próximo ao Parque Nacional dos Campos Gerais.
02) O Parque Estadual de Vila Velha, formado por arenitos, está localizado a sudeste do centro de Ponta Grossa e pode ser acessado pela BR-376.
04) As terras mais a leste do município de Ponta Grossa estão localizadas no Primeiro Planalto Paranaense.
08) O bairro de Nova Rússia está localizado mais ao sul do município na saída para a capital do estado do Paraná, Curitiba.

41– Sobre o estado do Paraná, no que tange à localização geográfica e seus municípios, assinale o que for correto.
01) Foz do Iguaçu e Marechal Cândido Rondon são municípios localizados a oeste no estado do Paraná. Foz do Iguaçu possui um dos principais parques com Mata Atlântica do Brasil, o Parque Nacional do Iguaçu.
02) A noroeste, o estado do Paraná faz fronteira com o estado de Mato Grosso do Sul. Ao norte, o Paraná limita-se com o estado de São Paulo.
04) Ponta Grossa está localizada na mesorregião Centro-oriental Paranaense, compartilhando esta região com o município de Castro, Carambeí, Palmeira, Curitiba e Campo Largo.
08) O estado do Paraná possui fronteira com dois países: Paraguai, mais a oeste, e Argentina, a sudoeste.

42– Sobre a região Centro-Oeste do Brasil, assinale o que for correto.
01) A maior parte da vegetação dessa região é composta pelo cerrado, também conhecido como savana. Todos os estados do Centro-Oeste do Brasil possuem cerrado que é um dos biomas que sofrem mais pressão por atividades humanas no país.
02) O estado do Mato Grosso possui a maior área na região, além de ser o mais povoado, ou seja, aquele que tem a maior população a cada quilômetro quadrado.
04) Tocantins é o estado mais recente criado no Brasil a partir do desmembramento da região norte de Goiás, formando o quarto estado do Centro-Oeste brasileiro.
08) Brasília, no Distrito Federal, possui uma estação mais seca no seu inverno e outra com mais chuvas no verão.
 PROVA CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

31– Sobre a tectônica de placas da Terra, assinale o que for correto.
01) A subducção ocorre em áreas de convergência de placas tectônicas onde uma delas mergulha embaixo da outra, podendo causar sismos.
02) O Brasil está localizado em área mais centrada na placa sul-americana. Esta placa tem um deslocamento à oeste onde encontra-se em maior extensão neste lado com a placa de Nazca.
04) O anel de fogo do Pacífico localiza-se, basicamente, em áreas entre placas tectônicas. É a área do planeta com a maior incidência de terremotos.
08) O vulcanismo pode ser gerado em áreas divergentes das placas tectônicas. O vulcanismo também é um fator endógeno de formação do relevo.
16) O limite de placas tectônicas transformante ocorre quando as placas deslizam lateralmente. Um bom exemplo disso ocorre na falha de San Andreas, no estado da Califórnia, nos EUA.

32– Sobre o período da Guerra Fria, assinale o que for correto.
01) A Doutrina Truman, criada pelo presidente estadunidense Harry Truman, previa que os EUA deveriam intervir perante ameaças comunistas no mundo, com apoio financeiro e militar.
02) Alemanha Oriental, Tchecoslováquia, Hungria e Polônia foram alguns dos países socialistas que estavam localizados à leste da chamada "Cortina de Ferro".
04) Construído por comando soviético, o Muro de Berlim, que dividia a capital alemã em duas áreas (a ocidental capitalista e a oriental socialista), tinha o propósito de evitar a migração e o contato dos socialistas com a área capitalista da cidade.
08) A corrida armamentista foi uma característica importante deste período. Vários países tornaram-se potências nucleares, como China, França, Reino Unido, Alemanha e Japão, cada país defendendo seu alinhamento político-econômico.
16) A contracultura foi um movimento iniciado no período de Guerra Fria, caracterizado por um descontentamento dos jovens ocidentais de países mais desenvolvidos em busca de mais participação na política e nos movimentos civis. Esse movimento se espalhou, influenciando jovens de vários lugares da Terra.

33– Sobre aspectos naturais e humanos presentes no continente africano, assinale o que for correto.
01) A África possui duas áreas desérticas distintas. Ao norte, o Saara, cortado pelo Trópico de Câncer e ao sul, o Kalahari, cortado pelo Trópico de Capricórnio.
02) A área mais ao norte do continente africano possui diversos países com maioria islâmica. Dentre eles encontram-se Argélia, Marrocos, Egito e Tunísia, entre outros.
04) A maior parte da população africana é composta por não religiosos. Isso decorre do fato de, em países mais pobres e subdesenvolvidos, a fé não possuir importância, diferentemente de países superdesenvolvidos, onde a religião e a fé são cruciais para explicar seu desenvolvimento.
08) Alguns países africanos são formados por ilhas. Dentre eles, Madagascar, que fica na costa leste do continente. Já São Tomé e Príncipe e Cabo Verde ficam do lado da costa oeste da África.
16) Na região central do continente africano, cortada pela linha do Equador, encontra-se a floresta do Congo, uma área de vegetação latifoliada úmida.

34– Sobre o cristianismo, assinale o que for correto.
01) O ramo do catolicismo, apesar de perder número de adeptos na América Latina nas últimas décadas, ainda é a religião mais seguida na região.
02) Atualmente, muitos países do Oriente Médio, na Ásia, possuem maioria da população das diversas denominações cristãs.
04) Pela primeira vez na história, um papa eleito é nascido na América Latina. O argentino, de origem jesuíta, Jorge Mario Bergoglio, adotou o nome de Francisco.
08) O cristianismo copta é um ramo surgido no Egito, onde ainda hoje possui muitos adeptos.
16) O luteranismo que surgiu na Alemanha, a partir de Martinho Lutero, faz parte do ramo protestante do cristianismo.

35– Sobre a industrialização na Europa, assinale o que for correto.
01) A Primeira Revolução Industrial ocorreu na Inglaterra em meados do século XVIII. Porém, atualmente, a Inglaterra não possui a maior economia da Europa.
02) Algumas das marcas mais famosas de automóveis do mundo têm origem na França, caso da Renault, Peugeot e Citroën.
04) A Alemanha tem grande destaque na indústria mundial e é a maior economia europeia atual. Entre algumas indústrias com sede neste país, estão a Bayer, na área química; a Adidas, na área de artigos esportivos; a Siemens, com produtos variados.
08) Milão, Turim e Gênova formam um importante triângulo industrial no norte da Itália. A fábrica automotiva da Fiat tem origem na cidade de Turim.
16) Os países nórdicos, apesar de garantirem boa qualidade de vida para seus cidadãos, não são sede de grandes marcas multinacionais em sua indústria. Todos eles possuem, exclusivamente, indústrias de médio porte.

36– Sobre as energias renováveis no mundo, assinale o que for correto.
01) Apesar de condições geográficas menos favoráveis que em vários países do mundo, a maior capacidade instalada de energia solar está na Alemanha.
02) A energia eólica já é utilizada há milhares de anos para moer grãos e bombear água e mais recentemente para gerar energia elétrica.
04) A energia geotérmica é aquela proveniente pelo calor natural do interior da Terra. O país nórdico Islândia, apesar de seu pequeno território e população de cerca de 300 mil habitantes (equivalente à da cidade de Ponta Grossa) está entre os dez maiores produtores mundiais desse tipo de energia.
08) Não existe nenhuma forma de energia renovável que pode ser gerada a partir dos mares.
16) O carvão mineral, formado a partir de antigas florestas soterradas, é uma das fontes mais baratas de energia renovável no mundo.

37– Sobre grandes áreas urbanas do Brasil e do mundo, assinale o que for certo.
01) Boswash é uma megalópole do nordeste dos EUA, entre as cidades de Boston e Washington.
02) Na região metropolitana da cidade de São Paulo, no Brasil, existe o chamado ABCD, sigla originada que representa as cidades de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Diadema.
04) Não existem cidades ou áreas metropolitanas no continente da Oceania com mais de 1 milhão de habitantes.
08) Xangai é a cidade mais populosa da China, localizada a leste do país. A cidade apresenta grande problema com poluição atmosférica na área urbana.
16) A região metropolitana de Ponta Grossa reúne atualmente vários municípios dos Campos Gerais que, juntos, possuem mais de 3 milhões de habitantes.

38– Sobre o Conselho de Segurança da ONU, assinale o que for correto.
01) A função principal do conselho é trabalhar na área da segurança alimentar para erradicar a fome no mundo.
02) Somente os membros permanentes do conselho têm direito de veto nas decisões.
04) O conselho possui 10 membros rotativos, eleitos a cada 2 anos.
08) Possui 5 membros permanentes, vencedores na Segunda Guerra Mundial: EUA, Rússia (ex-URSS), Reino Unido, França e China.
16) O conselho reflete o respeito que seus membros efetivos conquistaram no pós-Segunda Guerra. Por esse motivo não existem reinvindicações de outros países para tornarem-se membros permanentes deste órgão da ONU.

39– Sobre a geologia do município de Ponta Grossa, assinale o que for correto.
01) Grandes derrames basálticos ocorreram no Cretáceo, onde hoje fica o município de Ponta Grossa. A decomposição da rocha basáltica compôs um solo extremamente fértil na região.
02) Ponta Grossa possui a formação de folhelho, tipo de rocha onde pode-se encontrar fósseis no município.
04) No município, é possível encontrar soleiras de diabásio, que é um tipo de rocha ígnea.
08) Rochas sedimentares e rochas metamórficas não são encontradas dentro do território de Ponta Grossa.
16) O município possui importante formação do arenito Furnas, gerado por deposição siluro-devoniana.

40– Sobre parques nacionais ou estaduais presentes no estado do Paraná, assinale o que for correto.
01) O Parque Estadual de Vila Velha possui vegetação de mata tropical associada a rochas ígneas da formação Vila Velha.
02) O Parque Nacional do Iguaçu fica no oeste do estado e possui importante área do bioma de mata Atlântica.
04) No município de Jaguariaíva, está localizado o Parque Estadual do Cerrado, que possui um dos últimos remanescentes dessa vegetação no Paraná.
08) As ilhas litorâneas paranaenses, apesar de apresentarem bom grau de preservação, não possuem áreas de parques estaduais ou nacionais.
16) O Parque Estadual do Guartelá, que possui o maior canyon do Paraná, formado pelo rio Tibagi, está localizado no município de Castro.

41– Sobre problemas ambientais na região dos Campos Gerais, no Paraná, assinale o que for correto.
01) Ponta Grossa possui problemas relacionados ao seu aterro sanitário, localizado a leste da sede municipal, área de recarga do Aquífero Furnas.
02) Em geral, Ponta Grossa possui uma rede com centenas de quilômetros de arroios na área urbana, dos quais a maioria com alto grau de despoluição.
04) Curitiba, onde nasce o rio Iguaçu, possui muitas indústrias que poluem as nascentes desse rio.
08) Telêmaco Borba apresenta problemas relacionados a odores emitidos pela produção de papel e celulose no município.
16) Carambeí, por ser uma cidade rural, não possui problemas com poluição nos arroios ou rios em sua área municipal.

42– Sobre a região sudeste do Brasil, assinale o que for correto.
01) A região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, possui o quinto parque industrial do país, perdendo apenas para as regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba.
02) Os Jogos Olímpicos de 2016 foram realizados na cidade do Rio de Janeiro, no estado homônimo. Os investimentos feitos nas obras de infraestrutura, segurança, meio ambiente foram muito eficientes, provando que o brasileiro é um povo organizado. Mas o melhor foi o investimento na formação dos atletas, visto que o Brasil saiu como uma potência olímpica, ficando entre os cinco melhores no quadro final de medalhas.
04) Goiás, com sua capital economicamente dinâmica, Goiânia, é um dos maiores produtores de gado e soja na região.
08) São Paulo, o estado mais rico da região e do país, possui o maior parque industrial nacional.
16) Espírito Santo é o estado mais a leste e o que possui o menor PIB desta região.

43– Sobre os territórios conhecidos como "tigres asiáticos", assinale o que for correto.
01) Os tigres asiáticos voltam sua produção para o mercado interno e, praticamente, não exportam sua produção industrial.
02) A atração de capital estrangeiro e mão de obra barata, estão entre algumas características que tornaram a economia dos tigres asiáticos mais agressiva.
04) O Japão é um dos maiores produtores de tecnologia dentre os países chamados tigres asiáticos.
08) Hong Kong, um dos tigres asiáticos, possui uma excelente qualidade do ar, com modelo industrial altamente sustentável do ponto de vista ambiental.
16) Cingapura, Hong Kong e Taiwan são exemplos dos chamados tigres asiáticos localizados no sudeste da Ásia.

44– Sobre países localizados na área centro-oriental da Europa, assinale o que for correto.
01) A área centro-oriental da Europa abrigou, durante a Guerra Fria, países socialistas da chamada "Cortina de Ferro".
02) Sérvia e Hungria, países presentes nessa área geográfica, recentemente resolveram monitorar com mais intensidade suas fronteiras a fim de evitar a entrada de refugiados em seu território.
04) É a área mais rica no contexto europeu com países bastante desenvolvidos, como Itália e Espanha.
08) As Montanhas Rochosas, os Apalaches e os Apeninos são as mais altas formações do relevo dessa área europeia.
16) Não existem países da área centro-oriental da Europa que fazem parte da União Europeia.

45– Sobre tempestades que ocorrem na Terra, assinale o que for correto.
01) Tornados, também conhecidos como tufões, são fenômenos meteorológicos que surgem nos mares e deslocam-se para a terra em nuvens em formato de funil.
02) Nas planícies centrais dos EUA, existe uma área propícia à formação de tornados. No Brasil, os tornados são raros e ocorrem somente no sudeste e no sul do país.
04) Furacões são fenômenos que surgem com muita umidade em oceanos e mares em águas aquecidas a mais de 27 ºC.
08) Em 2004, surge o furacão Catarina, atingindo o Brasil, sendo o primeiro registrado no país e o único surgido no Atlântico Sul.

16) As tempestades de granizo são formadas a partir de nuvens do tipo cirros, geradas em altitudes mais altas e compostas de cristais de gelo, sem a interferência de outros tipos de nuvens em sua formação.

Mundo vive sexta extinção em massa - e é pior do que parece


Estudo alerta que planeta atravessa uma aniquilação biológica de suas espécies animais, o que lança perspectiva sombria sobre o futuro da vida, inclusive humana. Um terço das espécies vive declínio populacional.

O mundo está passando por uma "aniquilação biológica" de suas espécies animais, num fenômeno que já pode ser considerado uma sexta extinção em massa e que é mais grave do que parece, aponta um estudo divulgado nesta segunda-feira (10/07/2017).
Segundo o estudo publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS),  há uma tendência de investidas cada vez maiores contra a biodiversidade do planeta, resultando numa perspectiva "sombria sobre o futuro da vida, inclusive humana". O motivo, diz o estudo: "problemas ambientais globais causados pelo homem".
 
Seca no Paraguai: pesquisadores observaram que as populações de vertebrados sofreram grandes perdas
"Nas últimas décadas, a perda de habitat, a superexploração de recursos, os organismos invasivos, a poluição, o uso de toxinas e, mais recentemente, as mudanças climáticas, bem como as interações entre esses fatores, levaram ao declínio catastrófico nos números e nos tamanhos das populações de espécies de vertebrados tanto comuns como raros", afirmam os pesquisadores.
Para a pesquisa, uma das mais completas já feitas sobre o tema, cientistas da Universidade de Stanford e da Universidade Nacional Autônoma do México utilizaram uma mostra de 27,6 mil vertebrados terrestres e uma análise detalhada de 177 espécies de mamíferos que sofreram declínio populacional entre 1900 e 2015.
Diversas espécies de lêmures estão ameaçadas de extinção
Os pesquisadores observaram que as populações de vertebrados sofreram grandes perdas, inclusive entre as espécies que despertam pouca preocupação. Cerca de um terço (8.851) das espécies analisadas – o que representa quase metade das espécies de vertebrados conhecidas – apresentou declínio populacional e diminuição em termos de distribuição geográfica, mesmo aquelas que atualmente não são consideradas como sob risco de extinção. 
Já entre os 177 mamíferos estudados, todos perderam 30% ou mais em distribuição geográfica, com mais de 40% registrando um declínio populacional severo, com encolhimento superior a 80%.
"Diversas espécies de mamíferos que estavam relativamente seguras há uma ou duas décadas estão agora em perigo", dizem os pesquisadores. Como exemplos de quedas representativas na população, eles citaram guepardos, orangotangos, leões, pangolins e girafas.
Nos 500 milhões de anos de existência da Terra, houve cinco "extinções em massa" que levaram ao desaparecimento de 75% das espécies. O último episódio aconteceu cerca de 66 milhões de anos atrás, quando 76% de todas as espécies foram perdidas, incluindo os dinossauros, devido à atividade vulcânica, alterações climáticas e impacto de asteroides.
Os cientistas ressaltaram ainda que o foco na extinção de espécies leva a "uma falsa impressão de que o habitat da Terra não está ameaçado, e sim apenas lentamente entrando em um episódio de grande perda de biodiversidade".
"Essa visão negligencia as tendências atuais de declínios e extinções da população", afirma o estudo. "A aniquilação biológica resultante obviamente terá graves consequências ecológicas, econômicas e sociais".
"A humanidade acabará por pagar um preço muito alto pela diminuição do único conjunto de vida que conhecemos no universo", alertam os cientistas.

Fonte:http://www.dw.com/pt-br/mundo-vive-sexta-extin%C3%A7%C3%A3o-em-massa-e-%C3%A9-pior-do-que-parece/a-39636274

IP/dpa/efe/ots

Brasil tem 2 dos 14 gargalos que ameaçam abastecimento global de alimentos

Há apenas 14 gargalos no comércio mundial de alimentos, mas eles são fundamentais para a segurança alimentar de toda a população do planeta.



São portos e pontos de comercialização fundamentais para a compra, a venda e a distribuição de alimentos, de acordo com um recente relatório da Chatham House, centro de estudos com base no Reino Unido.

Três deles estão na América Latina: o canal do Panamá, as rodovias do interior brasileiro e os portos do sul e sudeste do Brasil.
Outros desses pontos de gargalo incluem o estreito de Gibraltar, as ferrovias do interior dos Estados Unidos, o estreito de Hormuz (no Oriente Médio) e o estreito de Dover, no norte da Europa, por exemplo.
Mas as mudanças climáticas, a estrutura deficiente e as potenciais crises poderiam colocar em risco essas rotas de comércio.
"Há pontos de gargalo marítimos (estreitos e canais), costeiros (portos) e terrrestes (estradas, ferrovias e hidrovias), e o comércio global de alimentos depende fortemente deles", afirma o estudo.
"Interrupções em um ou mais desses pontos poderiam ter enormes impactos. Os preços globais dos alimentos, o abastecimento de mercados locais, a sobrevivência de comerciantes e agricultores e a provisão de comida para as comunidades mais vulneráveis dependem do movimento contínuo de bens através de fronteiras e oceanos."
 
Fonte da Imagen: BBC Brasil
Sobre o Brasil, que é um dos maiores produtores mundiais de alimentos, o relatório lembra que "fortes chuvas tornam intransitáveis as rodovias mal conservadas em diversas ocasiões, impedindo o transporte de comida das fazendas no interior do país aos portos litorâneos".
"Um cenário extremo - em que portos na costa americana fossem fechados por conta de um furacão ao mesmo tempo em que estradas-chave do Brasil fossem inundadas pelas chuvas - poderia reduzir pela metade o suprimento global de soja", prossegue o estudo.
Os pesquisadores citam também os impactos políticos que crises relacionadas à distribuição de alimentos podem causar.
"Interrupções (de fornecimento alimentar) podem estimular a instabilidade política. Governos dependem do funcionamento desses pontos de gargalo para garantir o suprimento eficiente de comida para suas populações. Uma colheita fraca de trigo na região do mar Negro, por exemplo, contribuiu para a ocorrência de protestos no norte da África entre 2010 e 2011; esses protestos evoluíram para a Primavera Árabe."

Proteção

A Chatham House também advertiu que é preciso agir para proteger as principais rotas de transporte de alimentos, tais como o canal do Panamá, o canal de Suez e do estreito da Turquia.
Quase 25% dos alimentos do mundo são comercializados nos mercados internacionais. Isso, diz o relatório, faz com que a oferta de produtos e seus preços sejam vulneráveis a crises imprevistas ou mudanças climáticas.
A infraestrutura nesses pontos é, em muitos casos, antiga e enfrentaria dificuldades para fazer frente a desastres naturais que devem se multiplicar à medida que o planeta se aquece, diz o relatório.
Seus autores também aconselham os governos a investir em infraestrutura "resistente ao tempo" e a diversificar a produção e o armazenamento de alimentos.
O canal de Suez é uma das principais rotas de comércio de alimentos, especialmente para os grãos que chegam aos países do Golfo

Interdependência

O relatório dá exemplos de quão dependente é o mundo dessas negociações internacionais:
  • ·         Três quartos das importações de milho e trigo do Japão passam pelo canal do Panamá;
  • ·         Pouco mais de um terço das importações de cereais para o Oriente Médio e o Norte da África passam por estreitos turcos, sem rota marítima alternativa disponível;
  • ·         Mais de 25% de exportação de soja circula pelo estreito de Malaca, entre a Malásia e a Indonésia;
  • ·         Estradas do Brasil, maior exportador de soja do mundo, estão sob risco de inundações e deslizamentos de terra em caso de fortes chuvas;
  • ·         Os portos dos EUA na costa do golfo da Califórnia enfrentam tempestades impulsionadas pelo aumento das mares;

Os países do Conselho de Cooperação do Golfo dependem de grãos da região do mar Negro que são transportados por pontos comercialização de ferrovias e portos russos e ucranianos do estreito da Turquia e do canal de Suez.
"Os riscos crescem à medida que fazemos mais interações comerciais entre os países e aumenta a presença de alterações climáticas", diz Laura Wellesley, uma das autoras do estudo.
"Existem riscos tanto para a segurança alimentar dos países importadores como para as economias exportadoras de alimentos."


Fonte: http://www.bbc.com/portuguese/internacional-40439147

UEPG - VESTIBULAR - 2016 - GEOGRAFIA

UEPG - VESTIBULAR DE VERÃO 2016
GEOGRAFIA

16– Sobre os tipos de rochas e minerais e seu processo de formação, assinale o que for correto.
01) As rochas ígneas plutônicas também podem ser chamadas de magmáticas intrusivas. São formadas em profundidade, quando o magma proveniente do manto da Terra solidifica-se na crosta terrestre, formando cristais.
02) Rochas metamórficas são aquelas que em seu processo de formação sofrem pressão interna e temperatura elevada, modificando sua estrutura interna. Um dos seus processos de gênese está relacionado a recristalização de calcário, areia, entre outros.
04) No fundo de lagos, mares e outras regiões de bacias sedimentares acumulam-se diversos tipos de sedimentos do processo de intemperismo de outras rochas pré-existentes. Se houver o processo de compactação desse material surge uma rocha sedimentar.
08) Quando o magma proveniente do interior da Terra chega à superfície e há o processo de solidificação formam-se rochas ígneas extrusivas. Um exemplo desse tipo de rocha é o basalto, encontrado no Terceiro Planalto Paranaense.
16) A ametista, mineral da família do quartzo de coloração violeta, pode formar-se no interior de geodos em derrames basálticos.

17– Sobre conflitos em países africanos no século XX e XXI, assinale o que for correto.
01) Em 1975, Angola torna-se oficialmente independente de Portugal. Agostinho Neto, do Movimento Pela Libertação (MPLA), assume o poder, porém a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) e a Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) não reconhecem o governo e mantêm com ele uma guerra civil. MPLA teve apoio da URSS e UNITA e FNLA dos EUA no contexto da Guerra Fria.
02) O Sudão, que teve suas fronteiras desenhadas por potências coloniais europeias, tinha a região norte mais desértica e islâmica e a região mais ao sul com predomínio cristão e animista. Isso, somado a questão do domínio do petróleo no país, auxiliou nas motivações que levaram ao cisma de seu território, formando o Sudão do Sul, em 2011.
04) Entre os anos 1948 e 1994, o regime segregacionista do apartheid dominou o cenário político da África do Sul. Depois de quase três décadas preso, o líder negro Nelson Mandela que lutou contra esse regime é solto em 1990, tornando-se presidente democraticamente eleito deste país em 1994.
08) Entre 1991 e 2002, Serra Leoa passou por uma guerra civil que ficou conhecida como conflito pelos "diamantes de sangue", devido ao comércio ilícito dessa pedra preciosa durante a contenda, extraída do território serraleonino e que auxiliava a alimentar mais o confronto entre governo e rebeldes.
16) A chamada "primavera árabe" ocorreu no continente africano em maioria nos denominados países subsaarianos a partir do ano de 2010. Consistiu na derrubada de governos ditatoriais que estavam há muitos anos no poder por parte da população civil. Estes governos já não mais atendiam as demandas econômicas e sociais da população, o que motivou sua derrubada.

18– Sobre alguns dos principais municípios do estado do Paraná, assinale o que for correto.
01) Guarapuava, localizada na região centro-sul do Paraná possui altitude maior que Ponta Grossa.
02) Foz do Iguaçu, no oeste do estado, faz fronteira com o Paraguai e com a Argentina e possui o Parque Nacional do Iguaçu.
04) Curitiba, a capital do Paraná é a cidade mais rica do estado, está localizada na fronteira com o estado de Santa Catarina.
08) As cidades de Londrina e Maringá, importantes e planejadas cidades do norte do Paraná, fazem fronteira com o estado de São Paulo.
16) Cascavel, localizada no sudoeste do estado do Paraná possui vegetação predominante de pradarias e mata atlântica.

19– Sobre a formação territorial e ocupação populacional dos países americanos, assinale o que for correto.
01) No século XVI, na região da costa leste da América do Norte foram fundadas as 13 colônias, com modelo de povoamento, região que no século XVIII tornou-se independente da Inglaterra e viria fundar os EUA.
02) A chegada de Pedro Álvares Cabral à região onde hoje é o estado da Bahia no ano 1500, marca o início oficial da posse física do território dominado por Portugal na América.
04) Procurar ouro, escravização e explorar as drogas do sertão estão entre motivos que interiorizaram a colonização do território conhecido hoje como Brasil.
08) A colonização do território, onde hoje corresponde ao Brasil, só teve influência holandesa a partir do século XX. Castrolanda, no município de Castro, e o município de Carambeí, os dois no estado do Paraná, são exemplos desse fato.
16) Após o fim da Guerra da Secessão, na segunda metade do século XIX, tem início nos EUA a "marcha para o oeste" para ocupação de áreas desabitadas por descendentes de brancos europeus nesta área do continente.

20– Sobre o processo de industrialização brasileira, assinale o que for correto.
01) Nos anos 1990, os governos socialdemocratas, no Brasil, foram marcados por políticas de Fernando Collor de Mello e FHC que visavam fortalecer as estatais brasileiras ligadas às comunicações e energia.
02) No governo Getúlio Vargas houve um processo de criação de empresas ligadas à mineração, caso da Companhia Siderúrgica Nacional e da Companhia vale do Rio Doce, da empresa de energia, a Petrobras, além da legislação trabalhista, a CLT.
04) O governo de Juscelino Kubitschek (1956-1961) contribuiu para internacionalizar mais a indústria nacional, atraindo capital estrangeiro e tendo como carro chefe dessa política montadoras de automóveis multinacionais.
08) Apesar do período conhecido como Milagre Econômico (1968-1973), onde o Brasil cresceu a altas taxas, porém com endividamento externo em expansão, a ditadura militar no país teve que conviver com a "década perdida" nos anos 1980, com alta inflação e até retração da atividade industrial o que contribuiu com o fim do regime militar.
16) A Crise de 1929, que como desdobramento no Brasil gerou a Crise do Café, gerou sérios problemas ao modelo agrário-exportador brasileiro. Diante disso, inicia-se um período mais organizado de industrialização do país, pois até então, as fábricas eram incipientes em território nacional.

21– Sobre problemas ambientais atmosféricos, relacione os itens de cada sentença que possuem relações corretas entre eles e assinale o que for correto.
01) Aumento do nível dos oceanos, dióxido de carbono, sem secas, aquecimento global.
02) Dióxido de enxofre, combustíveis fósseis, danos a monumentos de mármore, chuva ácida.
04) Centro das grandes cidades, falta de arborização, radiação solar, ilhas de calor.
08) CFC, Polo Sul, tempestades mais fortes, buraco na camada de Ozônio.
16) Gases poluentes sobem para camadas altas da atmosfera, problemas respiratórios, correntes oceânicas, inversão térmica.

22– Sobre pluviosidade e tipos de chuvas, assinale o que for correto.
01) As chuvas de monções ocorrem em áreas tropicais do planeta, trazendo umidade dos oceanos para os continentes, muito visíveis no sul e sudeste asiáticos.
02) Quando o vapor da água se aquece por convecção formando nuvens, sobretudo cumulus nimbus podem surgir chuvas convectivas, normalmente de forte intensidade.
04) As chuvas relacionadas aos furacões na Terra são aquelas que se formam em porções continentais do hemisfério norte. Só existiu uma tempestade registrada que formou furacão no hemisfério sul (Catarina – Brasil – 2004).
08) Chuvas frontais são aquelas em que há encontro de duas massas de ar distintas, uma quente e uma fria, por exemplo.
16) Em regiões onde o relevo se eleva e massas de ar úmidas sobem, podem formar-se chuvas orográficas ou neblina.

23– Sobre as camadas terrestres, assinale o que for correto.
01) A maior de todas as camadas terrestres, o manto, é composta de magma em estado líquido, com temperaturas médias de 2000º C.
02) O núcleo interno da Terra, composto principalmente de níquel e ferro, apesar de altíssimas temperaturas, é considerado sólido, devido à enorme pressão do interior do planeta.
04) Os sismos da Terra são formados por movimentos epirogenéticos, sobretudo do núcleo interno do planeta.
08) A menor e mais fria das camadas da Terra é a crosta. É a camada mais superficial do planeta, formando as massas continentais e o assoalho dos oceanos.
16) A crosta terrestre sofre pressão interna e racha em vários pontos, formando as placas tectônicas. Nas bordas dessas placas formam-se vulcanismo, tsunamis, terremotos e furacões.

24– Identifique itens presentes na região nordeste do Brasil e assinale o que for correto.
01) Chapada Diamantina, Zona da Mata, massapê, Olinda, rio São Francisco.
02) Médias térmicas elevadas, rios temporários, clima temperado, engenhos de cana-de-açúcar.
04) Terrenos sedimentares, somente capitais de estados litorâneas, chuvas orográficas, gravatá, morros testemunhos.
08) Bacia do rio Doce, restinga, dunas, mangues, cerrado.
16) Caatinga, planalto da Borborema, clima semiárido, mata atlântica, petróleo.

25– A Finlândia é o país da Terra com mais bandas de Metal do mundo por pessoa. Em uma de suas correntes, o folk-metal aborda em suas letras, questões paisagísticas descrevendo regiões frias do planeta. Sobre os climas frios do mundo, assinale o que for correto.
"A terra está quieta... Antes da tempestade!
Nos vastos campos de neve, o vento está soprando forte
Com seu frio congelante e toque implacável
Deixa uma terra de gelo morta e vazia"
Trecho traduzido da música "Treacherous Gods",
da banda finlandesa Ensiferum.
01) O clima frio de montanha depende menos da localização geográfica das zonas climáticas no planeta e mais da altitude. É encontrado nos Andes, na América do Sul; nas Rochosas, na América do Norte; nos Apeninos, na Europa e no Himalaia, na Ásia.
02) O ponto mais ao norte do Polo Norte apresenta região montanhosa, o que o torna mais frio do que se tivesse ao nível do mar.
04) Entre alguns países que apresentam clima polar pode-se citar Canadá e Rússia. Finlândia e Suécia são exemplos de países com clima subpolar.
08) A Antártida, que apresentou a menor temperatura registrada na Terra, possui verões que apesar de frios apresentam chuvas torrenciais.
16) As altas latitudes da Terra são marcadas pelos climas polares. Encontram-se nessas regiões solo congelado a maior parte do tempo, o permafrost e a vegetação predominante onde ocorre é a tundra.

26– Sobre as taxas de violência no mundo, suas causas e seus motivos, assinale o que for correto.
01) O Brasil, um dos países com elevadas taxas de violência possui um índice por volta de 60 mil homicídios dolosos por ano, com mais mortes intencionais que vários países em guerra no mundo.
02) Desde a década de 1990, os índices de jovens menores de 18 anos cumprindo medidas socioeducativas vêm aumentando no Brasil até 2014 (último dado recolhido), demonstrando que há cada vez mais punições a este grupo. Porém, o país necessita de políticas públicas mais adequadas aos jovens, sobretudo àqueles em área de vulnerabilidade social.
04) Com populações carcerárias cada vez mais reduzidas, Holanda e Suécia vem fechando algumas de suas prisões por falta de detentos. Isso decorre do fato de haver mais igualdade social nesses países e revisões de penas alternativas, economizando dinheiro dos cofres públicos.
08) No Brasil, a taxa de homicídios dolosos registrados aponta que a cada 100 mil habitantes o maior índice de assassinatos ocorre entre negros, em idade jovem e do sexo feminino.
16) Os sistemas prisionais mais eficientes e fechados do mundo estão entre os países nórdicos, caso da Noruega e Suécia, baseados em privatização e forte efetivo armado em todas as prisões. Os índices de violência nesses países são baixos, pois os cidadãos de bem com porte de arma sem muita burocracia defendem as comunidades dos criminosos.

27– Sobre localização geográfica do município de Ponta Grossa, assinale o que for correto.
01) Curitiba, Palmeira e Teixeira Soares são municípios que fazem fronteira com Ponta Grossa na porção mais ao sul deste município.
02) Castro e Carambeí fazem parte da fronteira mais ao norte de Ponta Grossa e o município de Ipiranga é mais contíguo a oeste.
04) A maior parte do território de Ponta Grossa está localizado no Segundo Planalto Paranaense. Porém, o município possui parte de suas terras no Primeiro Planalto Paranaense.
08) Ponta Grossa, no contexto do Paraná, está localizada na mesorregião centro-oriental a cerca de 115 km da capital Curitiba.
16) Ponta Grossa está localizada na região de "terra roxa" no estado do Paraná, devido aos derrames basálticos encontrados no Segundo Planalto Paranaense.

28– Sobre globalização e blocos econômicos, assinale o que for correto.
01) Alguns países da União Europeia são: Áustria, Luxemburgo, Dinamarca, Irlanda e Finlândia.
02) ALCA é um bloco econômico que engloba a América do Norte, América Central e América do Sul e foi criada a partir do Consenso de Washington nos EUA, na década de 1990.
04) ASEAN e APEC são blocos econômicos que possuem países asiáticos em sua composição.
08) O neoliberalismo marca um dos períodos mais importantes do processo de globalização no mundo, mas países como Brasil e EUA não adotaram este modelo econômico.
16) O NAFTA (North American Free Trade Agreement) engloba dois países da América do Norte (EUA e Canadá) e um país da América Central (México).

29– Sobre geologia e solos do estado do Paraná, assinale o que for correto.
01) A região entre a baixada litorânea e o Primeiro Planalto Paranaense é composta basicamente de rochas ígneas intrusivas do maciço cristalino, com forte presença de rochas sedimentares no topo da Serra do Mar.
02) O arenito Furnas pode ser encontrado no Segundo Planalto Paranaense, formado no Devoniano em ambiente de deposição marinha.
04) O arenito Caiuá, formado pela deposição sedimentar desértica e fluvial, pode ser encontrado no Primeiro Planalto Paranaense, próximo à região metropolitana de Curitiba.
08) O Terceiro Planalto Paranaense apresenta rochas derivadas do derrame basáltico na chamada Bacia do Paraná. O solo formado a partir dessas rochas tem tom avermelhado, devido ao ferro em sua composição.
16) A decomposição do arenito Vila Velha formou o solo da maior parte do Segundo Planalto Paranaense. Esse solo é rico em minerais derivados de ambiente glacial.

30– Sobre o crime organizado no mundo, assinale o que for correto.
01) Camorra e 'Ndrangheta são máfias com origem nos EUA que apresentaram crescimento na Segunda Guerra Mundial, auxiliando os estadunidenses na campanha da Itália, pois tinham contatos cruciais com organizações criminosas italianas que conheciam o território, facilitando com isso a invasão americana.
02) A pirataria somali, na costa ocidental da África, corresponde a uma das maiores organizações criminosas daquele continente. Tem seu lucro a partir do roubo de cargas de navios de países ocidentais que passam pela região.
04) O fuzil de assalto AK–47 é a arma que mais matou pessoas no século XX. De fabricação israelense, é traficada a partir desse país num lucrativo negócio ilegal no mercado negro onde é usada no crime organizado e guerrilhas de países em desenvolvimento.
08) Um dos fatos que fortaleceu a máfia russa foi a queda da URSS, pois com o fim do período socialista, algumas organizações criminosas passaram a controlar parte das propriedades estatais de outrora.
16) O México é um dos países que mais apresentam problemas com cartéis de drogas no mundo, o que ajuda a explicar seus problemáticos índices de violência. Dentre esses cartéis está Sinaloa do traficante Joaquín "Chapo" Guzmán.