Bolívia reinvidica acesso ao mar

Territórios pré guerra (em cores) e pós guerra (linhas em preto) Fonte: wikipedia.org/
A Bolívia conseguiu uma vitória na disputa com o Chile para conseguir uma saída para o mar. Essa disputa já foi até motivo de guerra.
A Bolívia nunca esteve tão perto do Pacífico como agora. A decisão da Corte de Haya abre caminho para o julgamento da causa boliviana.
Eles querem que o tribunal obrigue o Chile a ceder uma saída soberana para o mar. Esse privilégio, a Bolívia já teve. Perdeu para o Chile, em um tratado de 1904, assinado depois da Guerra do Pacífico.
Esse é um tema que há muito tempo mexe com os ânimos de ambos os lados. O DNA do nacionalismo chileno é o território. A obsessão dos bolivianos é o Pacífico. Por enquanto, nada mudou. Mas a simples possibilidade de um julgamento internacional, já animou os bolivianos.
Nas ruas de La Paz, o povo festejou. O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse que a justiça está sendo feita. E convidou o Chile a dialogar sobre o assunto.
A presidente chilena, Michelle Bachelet, respondeu que a Bolívia não ganhou nada, porque o mérito da questão ainda não foi julgado. "Não tocaram na nossa integridade territorial", afirmou Bachelet.
Jorge Castro, que é analista internacional, diz que além da questão jurídica, o que está em jogo é uma negociação política. "Nos países da América Latina, em especial, da América do Sul, esse tipo de disputa tem um caráter político", ele explica. “Para se chegar a uma solução, em algum momento, os países terão que encontrar um caminho de negociação política”, conclui.

Fonte: Bom Dia Brasil 25/09/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário