Encontrados os fragmentos do Meteoro

Mergulhadores na Rússia resgataram de um lago um fragmento de um meteorito que caiu em fevereiro, deixando mais de mil pessoas feridas.
Fragmento estava a 13 metros e não a seis ou oito metros de profundidade, como se estimava inicialmente
Mais de mil pessoas ficaram feridas na queda do meteorito em fevereiro
A rocha, de um metro e meio de diâmetro, estava no lago Chebarkul, na região da cidade de Chelyabinsk, no sudoeste do país.
Apesar de todo o cuidado, a pedra quebrou em pelo menos três pedaços grandes quando foi levantada do chão para a pesagem.
Cientistas confirmaram que a rocha retirada do lago era um meteorito, pois a rocha tem uma crosta escura e vítrea que eles chamam de crosta de fusão. Esta crosta se formou graças ao calor que o meteorito enfrentou na passagem pela atmosfera
 
RELEMBRANDO...

Uma chuva de meteoritos sobre a região dos Montes Urais, na Rússia, deixou cerca de 950 feridos na madrugada desta sexta-feira.
Chuva de meteoritos na Rússia
Segundo autoridades russas, chuva começou após grande meteorito ter se desintegrado
A maioria sofreu cortes quando vidraças de prédios se estilhaçaram por conta do impacto, segundo informações da imprensa russa.
Pelo menos 985 pessoas tiveram de ser levadas a hospitais para receber tratamento, entre elas mais de 200 crianças.
Segundo as autoridades russas, a chuva começou após um meteroro ter se desintegrado ao penetrar na atmosfera.
Um porta-voz do Ministério do Interior russo disse que foram registrados estragos em seis cidades.
Ao longo de vários quilômetros era possível ver rochas ardentes brilhantes, que deixavam um rastro de fumaça.

Na cidade de Chelyabinsk, uma das mais afetadas, moradores relataram que uma grande explosão foi ouvida e que a chuva de meteoritos provocou tremores de terra, janelas estilhaçadas e o disparo de alarmes de carros.
A região de Chelyabinsk é o coração industrial da Rússia e abriga muitas fábricas, usinas nucleares e depósitos de resíduos nucleares.
O Ministério de Emergências russo disse que milhares de trabalhadores de resgate foram enviados à zona afetada para ajudar no atendimento aos feridos.

Fonte: BBC Brasil
16 de outubro, 2013 e 15 de fevereiro, 2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário