Preso, co-autor dos Ataques na Maratona de Boston, é interrogado

Durante a perseguição que resultou na prisão de  Dzhokhar Tsarnaev, co-autor dos atentado na Maratona de Boston, é gravemente ferido

Agentes federais começaram na noite deste domingo a interrogar Dzhokhar Tsarnaev, suspeito de ser co-autor dos atentados de Boston da segunda-feira passada junto a seu irmão Tamerlan, e, segundo informaram vários meios de imprensa americanos, está ele respondendo às perguntas.
A rede de TV NBC assegurou que Tsarnaev, de 19 anos, está começando a responder a uma equipe especializada de investigadores federais de maneira escrita, já que o jovem tem lesões na garganta produzidas durante o tiroteio no qual seu irmão morreu na noite de quinta para sexta-feira. A CNN também afirma ter obtido a confirmação do início do interrogatório do suspeito, que se comunica por escrito, de uma fonte policial.
Por sua vez, a rede ABC aponta que as questões do interrogatório até o momento se centraram em se os dois irmãos pertenciam a uma célula terrorista de caráter internacional.
Ainda se desconhece, por enquanto, se foram lidos seus direitos básicos para o jovem, conhecidos como "Miranda rights", antes de começar o interrogatório, um assunto que levantou polêmica, já que tal exceção é aplicada quando a segurança pública está em perigo, algo que as autoridades já descartaram após a detenção do suspeito.
A princípio as autoridades se reservaram a leitura dos direitos de Tsarnaev perante a possibilidade de que deste modo não pudesse acolher-se ao direito a permanecer em silêncio quando fosse interrogado, e poder assim tirar mais informação do suspeito para elucidar como e por que executaram os atentados.
A ABC também assegura, baseando-se em fontes ligadas ao caso, que o detido sabe que seu irmão morreu durante o tiroteio posterior à perseguição que as forças de segurança realizaram contra ambos na noite da quinta-feira.

Fonte:  Folha de S. Paulo Mundo 21.04.2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário