Brasil, 40% das casas não coletam esgoto

Atendimento em água potável: quando consideradas as áreas urbanas e rurais do País, a distribuição de água atinge 81,1% da população. 


O atendimento em coleta de esgotos: chega a 46,2% da população brasileira. Do esgoto gerado, apenas 37,9% recebe algum tipo de tratamento. A região com maior índice de esgoto tratado é a Centro-Oeste, com 43,1%. Crescimento das ligações: entre 2009 e 2010, houve um crescimento de 2,2 milhões de ramais de água e de 2,4 milhões de ramais de esgotos no País. Consumo de água por habitante no Brasil: apresentou crescimento de 7,1% em 2010 com relação a 2009: o consumo diário por habitante alcançou os 159 litros. A região com menor consumo é a Nordeste, com 117 litros por habitante por dia; já a região com maior consumo é a região Sudeste, com 186 litros por habitante por dia. Perda de água: a média de perdas de água (faturamento) diminuiu 1,2 pontos percentuais em 2010 em relação a 2009, atingindo 35,9%. Receitas totais geradas pelos serviços de água e esgotos: alcançaram os R$ 70,5 bilhões em 2010. Investimentos: em 2010 os investimentos do Governo em água e esgotos atingiram R$ 8,9 bilhões. Postos de trabalho: em 2010 o setor de saneamento criou 64 mil novos postos de trabalho, atingindo um total de 671 mil empregos diretos e indiretos criados pelo setor. 

Fonte: http://www.tratabrasil.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário